Feedback é o café da manhã dos campeões!


O termo feedback tem sido amplamente difundido e estudado ao redor do mundo. Uma palavra inglesa que significa realimentar. É uma prática que consiste em comunicar um ajuste ou um elogio em relação a uma determinada atitude ou a um resultado de um trabalho.

Costumo dizer que o feedback é o “café da manhã dos campeões”, ou seja, quem quer se tornar melhor, em qualquer área de sua vida, vai atrás do retorno sobre suas ações, buscando ouvir se está atuando de maneira adequada, se está lançando mão das melhores estratégias, se está se posicionando com coerência, com o objetivo de se nutrir e checar o que está funcionando e o que precisa ser revisto.

Feedback é a predisposição de olhar no olho do outro com a devida abertura e vontade de ouvir sobre nossas posturas, erros e acertos. E, como a vida é uma eterna relação de trocas, recebemos impressões e oferecemos o mesmo, como um exercício recíproco. Quando o encaramos de modo positivo, passa a ser natural falar e escutar com ponderação, num ambiente construtivo. 

Como psicóloga, palestrante e coach1, tenho atuado com marcas importantes e de grande prestígio nacional e internacional. O que possibilitou minha permanência por longos anos nestas parcerias com clientes altamente inteligentes e demandantes, foi o meu exercício da prática constante do feedback acerca da minha atuação, visando aprimorar o resultado final da minha contribuição ao grupo ou empresa atendida.

O feedback gera vínculo e encantamento e, por consequência de sua prática bem-sucedida e promove fidelização nas mais diversas modalidades de relações.

É preciso maturidade para ouvir

É fundamental não nos distanciarmos daqueles que nos criticam, que não nos aceitam como somos. Normalmente não gostamos de pessoas que discordam de nós, preferimos mantê-las distantes.

É preciso maturidade compreender que não nascemos para sermos amados o tempo todo por aqueles que nos rodeiam, que os outros fazem escolhas diferentes das nossas e, nem por isso, precisamos romper vínculos, pelo contrário, precisamos buscar entender o ponto de vista do outro e, quem sabe, aprender com a diferença.

Construímos intimidade através do convívio. Provavelmente alguém que tenha experiência com insucessos, será de grande valia! Temos muito a aprender com pessoas que, em algum momento, fracassaram em seus projetos. Elas têm muito a comunicar a partir dos seus erros.

É importante entender o que elas aprenderam com estas situações e, acima de tudo, não se esquecer de agradecer pelo privilégio de ouvir o relato, uma vez que será um processo de remexer no desconforto do outro, que, em um exercício de doação generosa, está concedendo ensinamentos sobre aquilo que se tornou aprendizado a partir da ferida.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

©2019 Multitalento - Elevenmind

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?